• Imagem Carrinho Vazio Seu Carrinho Está Vazio

  • Botão Fan Page Facebook

Identidade e Interculturalidade

História e Arte Guarani

Versão Impressa

Disponível: Em estoque

R$45,00

Descrição Rápida

Este livro trata o Barroco Missioneiro sob o ponto de vista histórico, sem deixar de relacionar com as mentalidades que compuseram aquele processo histórico.

Mais Imagens

Detalhes

A fusão entre os guaranis e os jesuítas teve, na fé, a mesma experiência (lutas contra os bandeirantes), a cumplicidade histórica. Os aspectos políticos do que foi o "Estado" jesuítico e a competente descrição da vida missioneira enriqueceu o texto. Constitui uma forte colaboração para a historiografia, pois seu peso está nas fontes pesquisadas em arquivos ibéricos. A narrativa sobre o Barroco no Brasil e nas Missões dá ao leitor a visão conjuntural estética tão necessária para o entendimento da visão estrutural histórica. Sua leitura é recomendada para todos aqueles que se interessam em conhecer a História das Missões Guaraníticas e para outros que buscam no Barroco o entendimento humanista dos séculos XVII e XVIII.

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Título Identidade e Interculturalidade
Subtítulo História e Arte Guarani
Autor(es) Marilda Oliveira de Oliveira
Editora/Selo Editora UFSM
Assunto Principal Antropologia cultural, índios brasileiros, índios guaranis, história, arte indígena
Assunto Secundário Não
Origem do Livro (Nacional/Importado) Nacional
Coleção Não
Número de Páginas 280 Pág.
Número da Edição 2ª edição revista e ampliada
Ano da Edição 2013
ISBN 9788573911923
Código de Barras 9788573911923
Faixa Etária Graduação, pós graduação e outros.
Idioma Português
Número do Volume ou Tomo Único
Classificação Fiscal (ncm) 49019900

Prefácio

Apresentação

Introdução

1 Os Guaranis

1.1 Quem eram e como viviam antes da chegada dos jesuítas

1.2 A situação do guarani ao entrar em contato com o europeu

 

2 Os Jesuítas

2.1 Os jesuítas e a Companhia de Jesus

2.2 O projeto jesuítico

2.3 A chegada dos jesuítas, em 1609, ao território guarani

2.3.1 O idioma

2.3.2 Outros métodos utilizados para atrair o indígena

2.3.3 A profecia

 

3 A Fusão

3.1 Projeto e realidade

3.1.1 As primeiras fundações

3.1.2 A ação dos bandeirantes

3.1.3 Relação entre as reduções e a coroa espanhola

3.2 A res publica guarani

3.2.1 O aspecto dos povoados e sua descrição

3.2.2 Localização geográfica

3.2.3 As cidades guaranis em relação ao modelo colonial hispano-americano

3.2.4 As fontes de inspiração e o modelo político dares publica guarani

3.2.5 O governo político

3.2.6 O governo religioso

3.2.7 A estrita disciplina, os castigos, juízes e os pleitos

3.2.8 A organização militar

3.3 O cotidiano

3.3.1 A família

3.3.2 O vestuário

3.3.3 Os hospitais e asilos, funerais e cemitérios

3.3.4 A educação das crianças

3.3.5 A agricultura e o cultivo da erva-mate

3.3.6 A pecuária

3.3.7 O artesanato, a indústria e a imprensa

3.3.8 A economia: propriedade privada e coletiva

3.3.9 O trabalho, a distribuição da renda e o comércio

3.3.10 A vida social

3.3.11 As artes, a música, a dança e o teatro

 

4 O Barroco Missioneiro

4.1 O ambiente

4.1.1 O barroco brasileiro

4.2 O Barroco Missioneiro

4.2.1 A madeira e sua utilização

4.2.2 Técnicas de construção 

4.2.3 As reduções de guaranis

4.2.4 Arquitetura, escultura e pintura missioneira

4.2.4.1 Arquitetos missioneiros

4.2.5 A Gravura missioneira

4.2.6 Análise da redução de San Miguel

4.2.6.1 Arquitetura de San Miguel

4.2.6.2 Escultura de San Miguel

4.2.6.3 Limpeza e conservação da redução deSan Miguel

4.2.6.4 O estado atual de San Miguel

 

5 O Final do experimento

5.1 O Tratado de Limites de 1750

5.2 A expulsão dos jesuítas

5.3 Arrematando a experiência

 

Anexos 

Referências bibliográficas