• Imagem Carrinho Vazio Seu Carrinho Está Vazio

  • Botão Fan Page Facebook

Manual de Economia Brasileira

Da formação econômica à economia contemporânea

Versão Impressa

Disponível: Em estoque

R$49,00

Descrição Rápida

Em linguagem acessível - mas sem prejuízo da profundidade -, sintetizam-se os principais fatos e marcos da economia brasileira desde o período colonial à atualidade, servindo como guia de estudo para o leitor que pretende inserir-se na área.

Mais Imagens

Detalhes

O leitor tem em suas mãos um livro que é mais do que um manual tradicional, apesar de este ser o título que o nomeia. Trata-se de obra de fôlego [...] Os trinta capítulos da obra refletem claramente isso. Em linguagem acessível - mas sem prejuízo da profundidade -, sintetizam-se os principais fatos e marcos da economia brasileira desde o período colonial à atualidade, servindo como guia de estudo para o leitor que pretende inserir-se na área. Assim, embora particularmente voltado a alunos de cursos de Ciências Econômicas, também poderá ser útil a acadêmicos de cursos correlatos de graduação e especialização, e mesmo ao público não acadêmico, cada vez mais disposto a se aprofundar na história econômica do país'. (extraído da apresentação de Pedro C. D. Fonseca)

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Título Manual de Economia Brasileira
Subtítulo Da formação econômica à economia contemporânea
Autor(es) José Maria Dias Pereira
Editora/Selo Editora UFSM
Assunto Principal Formação Econômica do Brasil, Economia colonial, Economia Brasileira Contemporânea
Assunto Secundário Desenvolvimento da economia colonial, ciclo da mineração, ciclo da borracha, ciclo do café e nascimento da indústria
Origem do Livro (Nacional/Importado) Nacional
Coleção Não
Número de Páginas 280 Pág.
Número da Edição
Ano da Edição 2016
ISBN 9788573912814
Código de Barras 9788573912814
Faixa Etária Graduação, pós graduação e outros
Idioma Português
Número do Volume ou Tomo Único
Classificação Fiscal (ncm) 49019900

Sobre o autor
Apresentação
Prefácio

Parte I – Formação Econômica do Brasil: da Colônia à República Colônia (1500-1822)
Capítulo 1 – A ocupação do território
Capítulo 2 – O açúcar e o desenvolvimento da economia colonial
Capítulo 3 – Economia colonial: feudal ou capitalista?
Capítulo 4 – A estagnação da economia açucareira
Capítulo 5 – O ciclo da mineração
  Apêndice ao cap. 5 – Povoamento e inserção da economia gaúcha na economia nacional
Capítulo 6 – A desintegração da economia colonial Império (1822-1889)
Capítulo 7 – Situação econômica na primeira metade do século XIX
Capítulo 8 – A formação da economia cafeeira
Capítulo 9 – Desenvolvimento da economia cafeeira
Capítulo 10 – O problema da mão de obra na economia cafeeira
Capítulo 11 – O breve ciclo da borracha
Capítulo 12 – Situação econômica na segunda metade do século XIX República (1889-1964)
Capítulo 13 – Auge do ciclo do café e nascimento da indústria
  Apêndice ao cap. 13 – Origens e desenvolvimento da indústria gaúcha
Capítulo 14 – A crise da economia cafeeira
Capítulo 15 – A industrialização substitutiva de importações
Capítulo 16 – O ciclo desenvolvimentista do pós-guerra

Parte II – Economia Brasileira Contemporânea: da Ditadura à Democracia Ditadura (1964-1985)
Capítulo 17 – Reformismo e ‘Milagre Econômico’
  Apêndice ao cap. 17 – Um modelo de ciclo endógeno: a reinterpretação de M.C. Tavares do ‘Milagre Econômico’
Capítulo 18 – Crescimento com endividamento externo
Capítulo 19 – A moratória externa e a crise econômica Democracia (a partir de 1985)
Capítulo 20 – Inflação e planos de estabilização
Capítulo 21 – Estabilidade de preços e estagnação econômica
Capítulo 22 – A esquerda chega ao poder
Capítulo 23 – Epílogo: A esquerda desacreditada (o impeachment da Presidente)

Parte III – O Desenvolvimentismo e a Indústria no Pensamento Econômico Brasileiro
Capítulo 24 – As origens: o estruturalismo latino-americano
Capítulo 25 – O pensamento econômico brasileiro: neoliberalismo x desenvolvimentismo
Capítulo 26 – O método de Celso Furtado
Capítulo 27 – Desenvolvimento da indústria: enfoques teóricos
Capítulo 28 – Origem e expansão da indústria: controvérsias
Capítulo 29 – O pensamento independente de Ignácio Rangel
Capítulo 30 – O novo desenvolvimentismo

Referências