• Imagem Carrinho Vazio Seu Carrinho Está Vazio

  • Botão Fan Page Facebook

Sob o Signo da Incerteza

O Ceticismo em Montagne, Cervantes e Machado de Assis

Versão Impressa

Disponível: Em estoque

R$26,00

Descrição Rápida

A aproximação entre literatura e ceticismo é possível a partir da obra de alguns autores considerados clássicos pela cultura ocidental. Pertencem a esse conjunto Luciano de Samósata, Rabelais, Molière, Shakespeare, Cervantes, Sterne e Machado de Assis, entre os mais importantes.

Mais Imagens

Detalhes

Montaigne retoma os pressupostos do ceticismo antigo, conforme apresentados por Sexto Empírico, e outros, e o renova, na medida em que lhe acrescenta uma face nova: a construção de si mesmo, por meio da observação dos movimentos de sua própria alma. Em toda a sua obra ficcional, conservando sempre a mesma atitude mental diante dos fatos da vida, evitando conferir-lhes um caráter definitivo, o escritor mantém-se invariavelmente na posição de analista. Todos esses textos são construídos sob o signo da incerteza.

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Título Sob o Signo da Incerteza
Subtítulo O Ceticismo em Montagne, Cervantes e Machado de Assis
Autor(es) Eunice Piazza Gai
Editora/Selo Editora UFSM
Assunto Principal Literatura - crítica, Ceticismo - literatura, Montagne, Michel de, 1533-1592 - crítica, Cervantes, Miguel de, 1547-1616 - crítica, Assis, Machado de, 1839-1908 - crítica, Literatura francesa - crítica, Literatura espanhola - crítica, Literatura brasileir
Assunto Secundário Não
Origem do Livro (Nacional/Importado) Nacional
Coleção Não
Número de Páginas 224 Pág.
Número da Edição
Ano da Edição 1997
ISBN 8573910062
Código de Barras 9788573910063
Faixa Etária Graduação, pós graduação e outros.
Idioma Português
Número do Volume ou Tomo Único
Classificação Fiscal (ncm) 49019900

Intodução

 

1 – A antilição de Montaigne

Para reconhecer Montaigne

A zetesis montaigniana

A prática refutatória

O retrato incompleto

 

2 – Dom Quixote e a metafísica do engano

Primeiras impressões

Aspectos metodológicos e estéticos

A metaficção e a construção do Quixote

            A perspectiva dos narradores

            O papel da ficcionalidade

            Entre o real e o ficcional

            A realidade em falso

O lugar da loucura

O riso cético

A derrota da ficção

 

3 – Machado de Assis: um certo olhar sobre o mundo

Apontamentos iniciais para uma releitura

O processo investigatório da ficção machadiana

            Entre Machado e Montaigne

            A morte e a virtude

            A imersão no cotidiano

            Uma estética do pessimismo

            A presença do amor

            Os perfis femininos

A alegoria e a dúvida

 

Observações finais

Bibliografia